Ver miolo
 
As Naus de Verde Pinho
Manuel Alegre (texto), Afonso Alegre Duarte (ilustração), Caminho (editora)

«De um lado o chão e a raiz do outro o mar e seu cântico. Era uma vez um país entre a Espanha e o Atlântico.» Esse país, chamado Portugal, é aqui cantado pelo poeta em versos que relembram um dos períodos mais importantes da sua História, o dos Descobrimentos. Aqui surgem personagens que possivelmente já conhecerás, como D. Dinis, o rei poeta e lavrador, alguns fantasmas e gigantes dos oceanos e Bartolomeu Dias, o capitão corajoso que avançou mar adentro até pisar uma terra nova.