Ver miolo
 
O Beijo da Palavrinha
Mia Couto (texto), Danuta Wojciechowska (ilustração), Caminho (editora)

Maria Poeirinha vivia com a sua pobre família numa aldeia no interior. Nenhum deles tinha nunca visto o mar, uma falta que o Tio Jaime Litorânio achava grave, pois ver o mar faz-nos conhecer um horizonte e ter esperança. Maria Poeirinha adoeceu e não lhe era possível viajar até à costa e assim curar-se... A menina não chega a ver o oceano, mas ainda é beijada pela palavra «mar», quando o irmão a escreve num caderno para a ajudar a ficar boa. Esta breve e bela história é ilustrada com as cores do sol e do mar e tem um final menos alegre, mas muito mágico.